sexta-feira, 24 de maio de 2013

REMUNERAÇÃO

A motivação virou a grande arma para as empresas vencerem os desafios propostos pela nova economia e o acirramento da concorrência. E uma das formas de estimular os funcionários  é  melhorando sua remuneração. A carreira e o crescimento são importantes, mas no sistema ocidental e capitalista como o nosso, os ganhos econômicos têm um valor extraordinário. As empresas, então,estão recorrendo aos conceitos de remuneração variável:  participação nos lucros ou resultados, bônus, remuneração por habilidade, prêmios, etc, são algumas formas de remuneração utilizadas pelas empresas em todo o mundo.

Dependendo dos resultados, algumas empresas têm remunerado seus funcionários com um, dois ou mais salários extras por ano, algumas vezes com quotas de ações, algo que pode ser usado para alavancar resultados e otimizar processos.

Ao implantar um programa de remuneração variável, a empresa deve considerar todo o contexto organizacional. Isto quer dizer, considerar a estratégia, a estrutura e o estilo gerencial, além de definir os objetivos que deseja atingir, em curto, médio e longo prazos. A remuneração variável tem de ser usada para alavancar resultados.

É importante que o modelo de remuneração adotado pela empresa esteja vinculado aos processos de melhorias . Algumas organizações estão mudando suas estruturas organizacionais, mantendo formas antigas de remuneração. Há empresas trabalhando com o conceito de time e pagando por função ou tempo de casa. Ao implantar este tipo de programa, os funcionários passarão a ser remunerados de acordo com a contribuição que darão para o sucesso da empresa.
Nielsen Freire da Silva